Bioblog da Biofarm

Você sabe controlar as finanças?​ – Ricardo Forcenette te explica sobre controle financeiro

 

No dia 08 de maio tivemos a palestra do Me. Ricardo Forcenette sobre a importância do controle das finanças pessoais.  ​

A realidade financeira no Brasil é um cenário preocupante. A cada dez adultos no Brasil, quatro são inadimplentes, conforme os dados da Serasa Experian. Além disso, 79,3% das famílias estão endividadas, segundo a CNC. ​

O Me. Ricardo Forcenette, nosso palestrante, e os resultados do Exame PISA também destacam a falta de educação financeira entre os jovens brasileiros, colocando em xeque a eficiência do sistema educacional em abordar essa questão.

Afinal, por que tanta inadimplência?​

Ricardo explica porque ​muitos brasileiros estão com dívidas.

Além das dificuldades econômicas históricas do país, como a alta carga tributária e o baixo retorno social, um grande destaque é o analfabetismo financeiro. ​

Vários brasileiros não sabem como controlar os seus gastos e acabam comprando por impulso, além ignorar os juros, e acabam se endividando.  A solução é a educação financeira.​

Segundo Ricardo, investir nessa área é a chave para reverter esse quadro. Afinal, como podemos fazer um planejamento de vida ou de negócios sem entender o básico das finanças? ​

Poupar, pagar as contas em dia, criar um orçamento familiar e utilizar a dívida de forma responsável é essencial para sair da inadimplência.

O poder dos juros composto​s

Entender o poder dos juros compostos pode transformar a maneira como vemos nossos investimentos. Os pequenos aportes regulares ao longo do tempo podem gerar retornos muito significativos, proporcionando estabilidade financeira ao longo prazo.​

Ricardo também pontuou como o cheque especial e o cartão de crédito podem se tornar os vilões se não forem utilizados com cautela. Evitar o uso prolongado do cheque especial e sempre pagar o valor integral da fatura do cartão pode evitar altas taxas de juros. ​

Empréstimo consignado​

Para quem precisa de crédito com taxas mais baixas, o empréstimo consignado é uma boa alternativa, já que as parcelas são descontadas diretamente do salário ou aposentadoria. ​

Orçamento doméstico​

Ricardo salientou como o orçamento doméstico é fundamental para controlar as finanças. ​
Um jeito de fazer isso é listar todas as despesas e utilizar ferramentas como planilhas e aplicativos.​

Para finalizar, Ricardo passou algumas dicas, como priorizar compras mais econômicas, utilizar crédito de forma consciente e buscar realizar seus sonhos sem comprometer sua saúde financeira.